Chakras e Kundalini Yoga

Chakras e Kundalini Yoga

A tradição do yoga é muito antiga e tem sua origem os Vedas. Estes são grupamentos de mantras, que foram recebidos pelos sábios, chamados de rishis, há mais de sete mil anos atrás. 

Antes de ir a frente, um adendo – em termos de origem e desenvolvimento dessas filosofias de vida, na Índia, nada é certo. Os textos não são datados, muitas vezes não se tem certeza sobre quem escreveu e quando. 

Dito isto, uma corrente acredita que, derivados dos Vedas, os textos tântricos apareceram posteriormente. Alguns outros acreditam que os tantas precedem os Vedas. Seja como for, o importante é o caminho que esses textos propõem para o desenvolvimento e autoconhecimento do indivíduo através da espiritualidade. 

Chakras

Você já ouviu falar em chakras? Pois então, e dai que vem a definição, localização e modo de atuação destes centros de energia. Os tantricos acreditam que é preciso desenvolver cada um destes centros, passando por todos os processos psíquicos que eles acarretam. E a forma de fazer isso é despertando a energia criativa que está adormecida no primeiro chakra – esta é a Kundalini, ou, aquela que está enrolada, recolhida, como uma cobra.

Kundalini Shakti – o poder do Universo

Shakti quer dizer poder. E poder e a capacidade de realizar alguma coisa. A Tradição diz que Shakti – o poder feminino – foi responsável pela criação do universo inteiro. Estrelas, galáxias, planetas, cometas, o tempo, o espaço e… eu e você.

E eles dizem também que esse poder que gerou essa vida em você reside dentro do seu corpo, dormente na base da coluna, no primeiro chakra.

Kundalini Yoga é o conjunto de técnicas para despertar e explorar esse potencial. Mas, como isso é feito?

Técnica e Disciplina

Pensa bem: energia é um troço sutil. Como que você vai mexer com ela? Na verdade não é tão misterioso assim. Quando você corre, se movimenta, fala, Isa energia. Até mesmo ficar parado consome energia. O corpo gera calor, movimenta os processos naturais como a digestão, etc. 

Os yogis usam, portanto, pra começo de conversa, o corpo e a respiração para movimentar a energia dos chakras – estes são os asanas (posturas) e pranayamas (respiração). Através do grosseiro está se querendo atingir o sutil.

Mas você pode ir direto lá, afinal, tênis um um instumento lara isso. Algo que é sutil, completamente sem forma e com potencial quase infinito. É a nossa mente.

Através dela acontecem as visualizações, meditações e concentrações nas representações dos chakras. 

Flores de poder

Os chakras são representados como flores de lotus, em cujas pétalas os mantras daquele centro são inscritos. Cada centro tem também um elemento, uma deidade masculina, uma feminina é uma cor – tudo para ajudar a entender e condensar a energia e o aspecto psico-fisico daquele centro. Por exemplo: o chakra que está localizado no coração, achando de Anahata, e o centro das emoções. Ele tem o elemento ar, 12 pétalas e a cor verde. As deidades são … e … através da meditação correta e das posturas que estimulam esse centro, podemos superar as dificuldades ligadas à ele.

Kundalini Shakti, portanto é um caminho. Uma disciplina voltada para o autoconhecimento e que trabalha de uma forma muito específica. Mas os resultado são impressionantes – só sabe quem faz!

Leandro Casttelo Branco

Leandro Castello Branco, coordenador do Saraswati Studio de Yoga no Rio de Janeiro, vive o Yoga há mais de duas décadas. Morou seis meses na Índia em 2006 e desde então teve a oportunidade de viajar estudando vedanta, yoga e meditação com diversos mestres como Swami Dayananda Saraswati, S.S. o Dalai Lama e o mestre zen Thich Nhat Hanh. É autor do "Guia Prático para o Coração do Yoga", que chegou a ser um dos mais vendidos da Amazon/Kindle na categoria "Saúde e Família" e hoje já formou mais de 520 professores de Yoga. Em 2017 iniciou um trabalho online que já impactou centenas de milhares de pessoas em cursos, workshops e palestras.

Me acompanhe nas redes sociais


Autor
Posts + populares
×