Kriya Yoga – o que é? Aprenda rápido

Ahhhh o universo do yoga… ele é vasto, diversificado, plural e repleto de técnicas e abordagens para aprimorar o bem-estar físico, mental e espiritual… que muitas vezes têm o mesmo nome, ou nomes parecidos, ou nomes trocados entre as tradições e/ou estilos! Uma bela zona!

Entre essas diversas práticas, o Kriya Yoga se destaca, tanto como um caminho poderoso e transformador, quanto por ser fonte de confusão por partilhar seu nome com técnicas específicas para purificação do corpo sutil!
Vamos explorar o que torna o Kriya Yoga tão especial e como ele se diferencia das técnicas de purificação conhecidas como… kriyas, oras!

Kriya Yoga e Suas Raízes

Antes de mergulharmos no Kriya Yoga, é importante entender sua origem e contexto. Essa forma de yoga foi popularizada por Paramahansa Yogananda, um mestre espiritual indiano que foi um dos precursores na introdução dos ensinamentos do yoga na América, no século XX. Yogananda trouxe consigo a sabedoria antiga dos sábios iogues da Índia e a adaptou para atender às necessidades espirituais da era moderna.

O Kriya Yoga, como ensinado por Yogananda, é uma técnica que combina meditação, controle da respiração e ativação dos centros de energia no corpo. Ele acreditava que a prática regular do Kriya Yoga acelera significativamente o progresso espiritual, levando à iluminação e à realização de Deus.

Após sua morte, em 1952, a Self-Realization Fellowship, em sua sede nos Estados Unidos, ficou responsável pela difusão do ensinamento do Kriya Yoga pelo mundo. De lá pra cá, na minha opinião, a coisa degringolou um pouco porque você pode aprender tudo por correspondência, sem a tutela de um professor. É como aprender a fazer musculação por carta, só que pior.  🙁

Kriya Yoga vs. Kriyas de Purificação

Enquanto o Kriya Yoga é uma prática espiritual que visa aprofundar a conexão com o divino e alcançar a iluminação (ou seja, uma combinação de técnicas), as kriyas de purificação são um conjunto de técnicas físicas destinadas a limpar o corpo sutil e, consequentemente, a mente.

Como assim “corpo sutil”?
Bem, na anatomia do yoga considera-se que o prana (ou “força vital”) circula pelo corpo por canais, assim como o sangue pelas veias e artérias. É tipo o chi, para a acupuntura, e os meridianos, saca?
Então, esses canais – chamados de nadis – por onde flui o prana, podem sofrer bloqueios que por sua vez abrem caminhos para doenças. A função das kriyas é purificar e desbloquear os canais para que o prana flua livremente e a saúde se restabeleça. Aliás, isso também quer dizer que esses recursos podem ser usados preventivamente, ou seja, para impedir que o corpo adoeça.

As kriyas de purificação, que incluem exercícios de limpeza, como a limpeza nasal (neti) e a limpeza do trato digestivo (basti), usam diversos meios para desbloquear as nadis. Tanto no primeiro caso (da limpeza nasal), quanto no outro,  pode ser usados ar,  água ou sutra (fio), mas confia em mim quando eu digo que você não quer usar o fio/gaze… Vou ilustrar a paisagem, primeiro com água e o fio.

Kriya com água e sutra (show de horrores!)


Na limpeza nasal com água, usa-se um pequeno recipiente que lembra um bule (chamado “lota”) e a água é derramada em uma narina para sair pela outra. Esse até que é super tranquilo e é indicado pra quem tem muito problema com sinusite crônica e/ou alergias.
O mesmo procedimento é usado com o fio. Sim, você leu certo – você aspira o fio por uma narina e vai puxar quando sair pela outra. Se você não entendeu, provavelmente é melhor assim. Mas, calma que vai ficar pior

Na limpeza do trato digestivo com água, ela é ingerida morna e são feitos exercícios específicos pra que ela volte (vômito) ou saia pelo outro lado (você entendeu). Com o sutra (gaze) é a mesma coisa, só que até onde eu sei ele só pode sair por cima – você ingere o sutra (que tem uns 2 metros) e faz movimentos pra ele começar a passar pelo trato digestivo, depois puxa ele de volta. Eca.
Não faça isso em casa!

Kriya com ar (bem mais civilizado!)


Com ar a coisa fica bem mais palatável. Existem técnicas simples para direcionar o prana (força vital) contido no ar para purificar as nadis. Uma delas é o “agni sara”, que envolve ficar com os pulmões vazios e alternar sugar e soltar a barriga numa sequência. Outra é o “kaphala bhati”, que pede uma proporção de 5×1 entre inspiração e expiração, ou seja: puxar o ar em cinco tempos e soltar em apenas um, com força.
Trabalhar o ar dessa maneira em tese purifica os canais sutis progressivamente, sem obrigar você a fazer uma faxina na sua área de prática depois.

Em resumo, por mais esquisitas que possam parecer, as kriyas desempenham um papel importante nas práticas de Hatha Yoga, visando a purificação dos canais de energia (nadis) e a ativação dos centros de energia (chakras).
Num âmbito mais físico, é dito que  

Por outro lado, o Kriya Yoga é uma jornada espiritual que lida diretamente com a mente e o eu interior. Envolve a meditação profunda, o controle da respiração e a ativação dos centros de energia sutis dentro do corpo. A prática do Kriya Yoga é projetada para elevar a consciência do praticante e levá-lo à realização espiritual.

Os Benefícios do Kriya Yoga

Praticar regularmente o Kriya Yoga pode trazer uma série de benefícios notáveis. Além de promover a paz interior, o equilíbrio emocional e a clareza mental, essa forma de yoga é conhecida por:

  • Aprofundar a meditação: O Kriya Yoga inclui técnicas específicas de meditação que ajudam a acalmar a mente e a entrar em estados meditativos profundos.
  • Aumentar a vitalidade: A ativação dos centros de energia revitaliza o corpo e melhora a saúde física e mental.
  • Promover a autodescoberta: O Kriya Yoga incentiva a exploração do eu interior, levando a uma compreensão mais profunda de quem somos.
  • Melhorar a concentração: O foco na respiração e nas técnicas de meditação aprimora a capacidade de concentração.
  • O Caminho Espiritual com Kriya Yoga

Chegando aos finalmentes

Então, fora os exercícios e formas de purificação, o Kriya Yoga é mais do que uma série de exercícios ou técnicas de respiração; é uma jornada espiritual que pode transformar profundamente a vida de quem a pratica. 

Se você está procurando uma maneira de aprofundar sua prática de yoga e embarcar em uma jornada espiritual significativa, o Kriya Yoga pode ser o caminho. No entanto, é essencial lembrar que essa prática exige dedicação, compromisso e orientação adequada. Portanto, encontrar um professor experiente é fundamental para obter os benefícios completos do Kriya Yoga. Aliás, isso também é verdade para as formas de purificação do corpo! 

Tranquilidade, foco e disciplina são a chave para essas práticas que queremos levar para o resto da vida!

Aprenda mais sobre controle da respiração!!

 

Ou veja direto pelo YouTube (tem muita coisa lá!!)
https://youtu.be/LjCVQBNhVHs?si=7baKVvEdzkSEYfqk

Leandro Casttelo Branco

Leandro Castello Branco, coordenador do Saraswati Studio de Yoga no Rio de Janeiro, vive o Yoga há mais de duas décadas. Morou seis meses na Índia em 2006 e desde então teve a oportunidade de viajar estudando vedanta, yoga e meditação com diversos mestres como Swami Dayananda Saraswati, S.S. o Dalai Lama e o mestre zen Thich Nhat Hanh. É autor do "Guia Prático para o Coração do Yoga", que chegou a ser um dos mais vendidos da Amazon/Kindle na categoria "Saúde e Família" e hoje já formou mais de 520 professores de Yoga. Em 2017 iniciou um trabalho online que já impactou centenas de milhares de pessoas em cursos, workshops e palestras.

Me acompanhe nas redes sociais


Autor
Posts + populares
×