O que é Meditação Mindfulness?

Colocando de forma simples e direta o que é a meditação mindfulness, conhecida em sânscrito como “Sati,” ela é uma prática milenar que tem suas raízes profundamente entrelaçadas com o budismo, mas que, ao longo do tempo, transcendeu barreiras religiosas e culturais para se tornar uma ferramenta poderosa de autoconhecimento e bem-estar. Hoje, vamos explorar o que é a meditação mindfulness, sua origem e um pouco de sua história,tudo pra que você conheça um pouco dessa prática e, quem sabe, se empolgue com mais essa alternativa para inserir a meditação na sua vida.

O que é Meditação Mindfulness?

Meditar, em seu núcleo, é um ato de presença consciente. É a arte de dedicar atenção total ao momento presente, sem julgamento. Esqueça os lugares e cenários de tirar o fôlego e a cara de paisagem da galera que a gente vê no Instagram. Meditar, com a abordagem mindfulness, envolve estar completamente presente no aqui e agora, observando seus pensamentos, sensações e emoções sem se prender a eles. É como se você se tornasse um observador neutro de sua própria experiência, vendo o fluxo de pensamentos e sentimentos passarem, como nuvens no céu, sem se envolver profundamente com eles.

A meditação mindfulness pode ser praticada de várias formas, mas uma das mais comuns é simplesmente focar na respiração. Você pode sentar-se confortavelmente, fechar os olhos e direcionar toda a sua atenção para a sensação da respiração entrando e saindo do corpo. Quando sua mente começar a divagar, como inevitavelmente fará, você gentilmente a traz de volta para a respiração. É um ato de paciência e aceitação, um reconhecimento de que a mente é inquieta, mas pode ser treinada.
E o melhor: as sessões podem ser de cinco minutos (e até mesmo DEVEM ser bem curtinhas, para o iniciante!).

Origens Antigas da Meditação Mindfulness

A meditação mindfulness tem profundas raízes na tradição budista. Ela é considerada como um dos elementos-chave do Caminho Óctuplo, que é um dos princípios fundamentais do ensinamento de Buda. O Caminho Óctuplo inclui aspectos éticos, como a compreensão correta, a intenção correta e a ação correta, mas também elementos mentais, como a concentração correta e a atenção plena correta.

Em uma passagem central dos ensinamentos budistas, o Buda disse: “Desenvolva a atenção plena, pois ela é benéfica em todos os momentos.” Essa declaração captura a essência da prática de mindfulness – ser plenamente consciente em todos os momentos da vida.

História da Meditação Mindfulness

A meditação mindfulness tem uma longa história que remonta a mais de dois milênios, quando o próprio Buda Siddhartha Gautama alcançou a iluminação sob a famosa árvore Bodhi. Nesse momento crucial, ele ganhou uma compreensão profunda da natureza da mente e da realidade.

Durante os séculos seguintes, a tradição budista continuou a desenvolver e aprofundar as práticas de meditação mindfulness. Ela se espalhou para várias partes da Ásia e eventualmente chegou ao Ocidente em tempos mais recentes.

No entanto, o interesse pelo mindfulness fora das tradições budistas cresceu significativamente no Ocidente nas últimas décadas. Isso ocorreu em grande parte graças a figuras como Jon Kabat-Zinn, que adaptou e secularizou a prática para criar o Programa de Redução de Estresse Baseado em Mindfulness (MBSR), um programa altamente respeitado e amplamente utilizado em contextos de saúde e bem-estar.

A Revolução da Mindfulness no Ocidente

A partir da década de 1970, a meditação mindfulness experimentou um renascimento significativo no Ocidente. Jon Kabat-Zinn, um cientista e professor de medicina, foi um dos pioneiros nesse movimento. Ele fundou o MBSR na Universidade de Massachusetts e projetou o programa para ajudar pessoas a lidar com o estresse, a dor crônica e várias condições de saúde.

O MBSR foi a ponte que conectou a tradição mindfulness budista com o mundo ocidental, apresentando seus benefícios sem a necessidade de abraçar uma filosofia religiosa. Kabat-Zinn e outros pesquisadores demonstraram cientificamente os efeitos positivos da meditação mindfulness na saúde mental e física.

Hoje, a meditação mindfulness é praticada em hospitais, escolas, empresas e em inúmeros lares ao redor do mundo. Ela se tornou uma ferramenta poderosa para aliviar o estresse, a ansiedade e a depressão, melhorar a concentração e a criatividade, e promover um maior bem-estar geral.

Como inserir a Meditação Mindfulness no dia a dia?

Como já dito,, você não precisa começar com sessões longas. Comece com apenas alguns minutos e, à medida que se sinta mais confortável, aumente gradualmente o tempo. A chave é a consistência. Pratique todos os dias, mesmo que seja por um curto período.

  • 1. Estabeleça um Horário: Escolha um horário regular para meditar. Isso pode ser de manhã, antes de começar suas tarefas, ou à noite, antes de dormir. Ter um horário definido ajuda a tornar a meditação parte natural da sua rotina.
  • 2. Encontre um Local Tranquilo: Procure um local silencioso e tranquilo onde você possa meditar sem interrupções. Pode ser um canto calmo da sua casa, um jardim ou até mesmo um parque. Garanta que o ambiente seja confortável e livre de distrações.
  • 3. Utilize Recursos: Aplicativos de meditação estão amplamente disponíveis e oferecem uma variedade de práticas guiadas. Eles podem ser úteis, especialmente para iniciantes. Você pode encontrar meditações mindfulness, meditações para o sono, meditações para redução do estresse, entre outras opções.
  • 4. Experimente Diferentes Técnicas: Existem várias técnicas de meditação mindfulness. Experimente algumas delas para descobrir qual funciona melhor para você. Além de focar na respiração, você pode explorar meditações que envolvam a observação dos pensamentos ou a exploração das sensações corporais.
  • 5. Aprenda com Instrutores: Se possível, participe de aulas de meditação com instrutores experientes. Eles podem fornecer orientações valiosas e esclarecer dúvidas que possam surgir durante sua prática.
  • 6. Seja Gentil Consigo Mesmo: Lembre-se de que a meditação é uma jornada de autodescoberta e crescimento pessoal. Não se cobre demais ou espere resultados imediatos. Tenha paciência e seja gentil consigo mesmo, independentemente de como cada sessão se desenrola.
  • 7. Integre a Mindfulness nas Atividades Diárias: A meditação não precisa se limitar às sessões formais. Pratique a atenção plena em suas atividades diárias. Quando estiver comendo, foque na textura, no sabor e na experiência da refeição. Ao caminhar, observe os movimentos do seu corpo e os sons ao seu redor. Essa atenção plena nas atividades cotidianas ajuda a tornar a prática mais incorporada à sua vida

A Jornada da Plena Consciência

A meditação mindfulness é uma prática antiga que encontrou uma nova vida no mundo moderno. Suas raízes budistas fornecem uma base sólida, mas sua universalidade a torna acessível a todos, independentemente de sua filiação religiosa ou cultural. Através da atenção plena, podemos nos reconectar com o momento presente, compreender nossas mentes e emoções e criar uma base sólida para uma vida mais equilibrada e significativa.

Portanto, não importa quem você é ou de onde você vem; a meditação mindfulness oferece uma jornada fascinante de autodescoberta e transformação. É uma prática que transcende fronteiras, convidando-nos a explorar o vasto território de nossa própria mente e a descobrir a paz e a clareza que podem ser encontradas aqui e agora. Portanto, não hesite – reserve um tempo para se sentar, respirar e estar plenamente presente. Sua jornada de mindfulness está apenas começando.

Leandro Casttelo Branco

Leandro Castello Branco, coordenador do Saraswati Studio de Yoga no Rio de Janeiro, vive o Yoga há mais de duas décadas. Morou seis meses na Índia em 2006 e desde então teve a oportunidade de viajar estudando vedanta, yoga e meditação com diversos mestres como Swami Dayananda Saraswati, S.S. o Dalai Lama e o mestre zen Thich Nhat Hanh. É autor do "Guia Prático para o Coração do Yoga", que chegou a ser um dos mais vendidos da Amazon/Kindle na categoria "Saúde e Família" e hoje já formou mais de 520 professores de Yoga. Em 2017 iniciou um trabalho online que já impactou centenas de milhares de pessoas em cursos, workshops e palestras.

Me acompanhe nas redes sociais


Autor
Posts + populares
×